Com inscrições abertas até 24/10, programa é uma parceria entre Ministério da Saúde, DEX, Forproex e Fenafar

banner aba pnvs atualizada

 

O edital PNVS-Comunidade vai selecionar 20 projetos de extensão para apoiar a implementação da Política Nacional de Vigilância em Saúde (PNVS). O programa, lançado em evento do Ministério da Saúde na última sexta-feira (23), deve articular ações de extensão propostas por Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES) para a promoção e vigilância em saúde no contexto da PNVS.

 

O Programa de Extensão PNVS-Comunidade é desenvolvido em parceria entre a Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), do Ministério da Saúde, a Universidade de Brasília (UnB), por meio do Decanato de Extensão (DEX/UnB), o Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileiras (Forproex) e a Federação Nacional dos Farmacêuticos (Fenafar).

 

As propostas devem contemplar parcerias interinstitucionais entre as IPES e a comunidade, incluindo lideranças comunitárias, movimentos sociais e Organizações da Sociedade Civil.

 

>> ACESSE A PÁGINA DO PNVS-COMUNIDADE <<

 

Alexandre Pilati, decano de Extensão da UnB, afirmou que a extensão é o caminho ideal para o acolhimento do projeto, que busca aumentar a participação da sociedade na implementação da PNVS. “A criação de programas de extensão é uma iniciativa que tem sido muito exitosa”, explicou. “Eles articulam várias ações, então a ideia é superar o isolamento e a fragmentação. Conseguiremos abordar os problemas que afligem nossa população”.

 

O Secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde destacou a importância dos projetos de extensão. “Através deles, a universidade dialoga com a comunidade. Eu tenho uma história de vida de 30 anos dentro da universidade, sempre ligado ao SUS”, disse. “A saúde é um direito de todos e um dever do estado, então temos que juntar todos os esforços. É por isso que esse programa de extensão é fundamental para o SUS”.

 

O programa terá abrangência nacional, segundo Breno Leite Soares, Diretor de Articulação Estratégica de Vigilância em Saúde. “Um projeto dessa dimensão, visando a integração da política nacional com a participação da comunidade, será muito benéfico para a saúde do nosso país”, analisou.

 

“É reforçar o que temos de mais precioso, uma saúde que alcance todas as pessoas”, disse o Presidente do Forproex, Helder Eterno da Silveira, em referência ao Sistema Único de Saúde (SUS). “Vai servir de grande referência para que o Ministério da Saúde e as Universidades consigam estruturar novas ações que coloquem em diálogo os estudantes e mobilizem transformação social”.

 

PARTICIPE – O edital PNVS-Comunidade vai selecionar 20 projetos de extensão ligados a Instituições Públicas de Ensino Superior de todo o Brasil. As equipes dos projetos podem ser integradas por docentes, estudantes e técnicos, lideranças e representantes comunitários, de movimentos sociais, de organizações da sociedade civil e representantes das instâncias do controle social.

 

>> VEJA O EDITAL COMPLETO <<

 

Os projetos devem se encaixar em uma das seis linhas de atuação (confira mais detalhes no edital): Vigilância e Promoção da Saúde na Atenção Básica - Metodologias e Tecnologias; A Vigilância em Saúde e as Políticas de Equidade; A Vigilância em Saúde, Ambiente e Trabalho; O Controle Social e a Participação da Comunidade no âmbito da Vigilância em Saúde; Tecnologias de Comunicação, Informação e Monitoramento de Vigilância em Saúde; A Vigilância Epidemiológica, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) e os Laboratórios Centrais e Saúde Pública.

 

A Política Nacional de Vigilância em Saúde (PNVS) foi instituída em 2018 e busca nortear o planejamento das ações de vigilância em saúde nas três esferas de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS). Com o Programa de Extensão PNVS-Comunidade, a ideia é ampliar a participação da comunidade na implementação da política pública.

 

Cada projeto selecionado vai receber uma bolsa de coordenação (R$ 1.500,00) e três de extensão (R$ 400,00) pelo período de 10 meses.

 

As propostas devem ser enviadas por formulário eletrônico até 24 de outubro. O resultado provisório será publicado no dia 3 de novembro, com período para recursos. O resultado final será divulgado no dia 7 de novembro de 2022.

 

Dúvidas em relação ao Edital podem ser direcionadas ao e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

ATENÇÃO O conteúdo dos artigos é de responsabilidade do autor e expressa sua visão sobre assuntos atuais. Os textos podem ser reproduzidos em qualquer tipo de mídia desde que sejam citados os créditos do autor. Edições ou alterações só podem ser feitas com autorização do autor.