Edital em parceria com Ministério da Saúde selecionou 20 projetos

Na última sexta-feira, 16, a equipe de gestão do Programa PNVS Comunidade se reuniu com os responsáveis pelos 20 projetos selecionados pelo edital para a reunião de acolhimento e boas-vindas. O evento contou com a participação do coordenador Geral Dex/UnB, Alexandre Pilati, com a coordenadora do FORPROEX Centro Oeste, Ludmila Grego Maia e com a representante da Departamento de Articulação Estratégica de Vigilância em Saúde - DAEVS, Lucíola Santos. Também estiveram presentes todos os membros da equipe administrativa e técnica do PNVS Comunidade.

 

De acordo com a coordenadora executiva do programa, Astrid Cosac, a reunião de acolhimento é um momento importante para a ambientação das equipes. “Nós tivemos a oportunidade de nos apresentar e também conhecer os representantes dos projetos selecionados”, comenta. O também coordenador executivo do programa, Márcio Florentino comemorou o sucesso do evento. “O nosso primeiro encontro foi muito positivo. Os 20 projetos selecionados apresentam ideias e ações muito interessantes e diversificadas, de acordo com a realidade do país. O PNVS Comunidade é um programa realmente bastante rico de possibilidades e estamos apostando nessa construção como uma alternativa de articulação ensino, serviço e comunidade”.

 

Entre os representantes dos projetos selecionados, o clima é de animação. Paulo Sérgio Bernardes, coordenador do projeto Acidentes ofídicos no oeste da Amazônia: Ações educativas para o combate de um problema de saúde pública negligenciado, do estado do Acre, revelou um pouco sobre o projeto e as expectativas para sua execução. “Nossa ação tem como tema a prevenção e primeiros socorros em caso de acidentes ofídicos, que representa importante causa de morbidade no Oeste da Amazônia brasileira, onde o risco de picada de cobra faz parte do cotidiano de muitas pessoas em comunidades situadas muitas vezes distantes das unidades hospitalares. Esperamos atingir grande número de pessoas de forma presencial na região do Alto Juruá (Acre) e também de forma virtual pessoas de outras regiões do Brasil”, comemora.

ATENÇÃO O conteúdo dos artigos é de responsabilidade do autor e expressa sua visão sobre assuntos atuais. Os textos podem ser reproduzidos em qualquer tipo de mídia desde que sejam citados os créditos do autor. Edições ou alterações só podem ser feitas com autorização do autor.